quarta-feira, agosto 23, 2006

mataram carmen


5 meses atrás conheci Carmen e ontem tive a infelicidade de enterrá-la, junto como um país que chorou pela súbita e inesperada morte daquela que foi a brasileira mais famosa do século passado.
Novamente estava eu diante de uma figura que é motivo de risos, de vergonha, ícone deturpado. E pela internet pude baixar e conferir alguns sons dessa morena que faturou não só milhões de dólares pelo mundo, mas como também hipnotizou outros mihares que puderam ver seus shows, rir com seus filmes, dançar com suas músicas.
Mesmo distante algumas décadas da existência física de Carmen Miranda, pude perceber a energia, carisma e intenso viver dessa diva-it'-girl-pequena-notável-brazillian-bombshell-rainha-do-disco ou sei lá qual dos nomes que teve.
A mulher era foda. Apesar da baixíssima qualidade técnica das poucas coisas que consegui ver/ouvir, sua voz, alegria e sinceridade são incríveis. A coragem, a sutileza e uma malícia muito inocente, e talvez por isso mesmo, apaixonante. Agora é correr atrás de seus cd´s, filmes e vídeos do youtube.

Um comentário:

seventowers disse...

Acho que é bem isso de magia e encanto. Tem algo na feminilidade dela que encantou. Eu sinceramente não sei se entendo o que foi, pq eu como mulher e amante de música sempre a achei engraçadinha, divertida, mas até como brasileira que nasceu bem depois desta época, não sei se apreendo bem o som que ela fazia. Acho que encantou pela novidade e pela criativida. Reconheço o talento e tudo, mas talvez tenha que andar os caminhos que vc fez para entendê-la melhor e gostar.
Mas enfim, foi um bom texto, deu msm uma curiosidade de conhecer mais!