quarta-feira, janeiro 20, 2016

cyborg

A Arte imita a vida
A força expressiva de um robô
na incapacidade de manter um blog
preso numa rotina
trabalhando
improdutivo
imutável
preso na parede
exposto no museu

segunda-feira, julho 06, 2015

pontapé inicial


Uns gritam loucamente contra a presidente, outros escrevem longos textos sobre revoluções e golpes, todos perdem a esperança na humanidade nos comentários do UOL. Mas a internet tem outros bilhões de caracteres, imagens e ideias. Do kickstarter já deveria ter publicado umas palavras por aqui. Já foram mais de 45 apoios, dentre grandes sucessos à tentativas frustradas. Hoje deparei com outras redes: O Gralha tá no Catarse, a rede colaborativa brasileira ks. Poucos projetos, geralmente simples e com pouca noção de marketing. The Wrath of the Gods, cujo objetivo é filmar o último capítulo de uma triplogia (!) iniciada por Homem de Palha, está no indiegogo.

segunda-feira, maio 04, 2015

Primeiro de maio



Enquanto uns viram pai, outros apanham de cacetetes de policiais.
Nesta cidade de ares fantasmas, em dias frios e ruas tanquilas.

 ***

No apagar da luzes há uma fusão com a noite.
No iluminar da sala há um ritmo em cada prédio.

 ***

Alguns testes não são feitos para o mundo.
Outros ajudam a criar um universo inteiro.

segunda-feira, abril 13, 2015

em paralelo



Episódio nº 3: Big Love, do Jamie LidellA crise, o otimismo, o ódio e o amor.
Posted by Paralelo: zero on Segunda, 13 de abril de 2015


Um blog morre, outro fica suspenso e outro só repete mais do mesmo. Enquanto uma rede social engole o tempo e domina territórios, poucos criam conteúdos. Mídias decadentes. Estrelas cadentes.

E aquele teu projeto parado, engavetado, empoeirado.

Mas ideias sempre hão de surgir por aí.

O Zero renasce. Ainda que pequeno, ainda no começo.

***

Mas que clipe bom, hein?

quinta-feira, abril 02, 2015

paddle your own canoe

When I was 5 years old, my mother always told me that happiness was the key to life. When I went to school, they asked me what I wanted to be when I grew up. I wrote down ‘happy’. They told me I didn’t understand the assignment, and I told them they didn’t understand life.
-Lennon