sexta-feira, julho 07, 2006

no país da geologia


No testemunhal de Alice descrevi o quão importante ela é em minha vida. E embora soubesse que sua escolha profissional implicava numa vida adulta cheia de viagens, mudanças e uma rotina num universo completamente paralelo ao meu, não percebi a gravidade da situação até que a realidade foi exposta na minha frente.

Domingo ela foi embora.
Seguiu em seu caminho onde pedras são amigas e o ouro é preto.
Nos deixou aqui perdidos,
com muita saudade,
e o desejo de que sua vida dê certo, seja no Rio, na Bahia ou em na casa da mãe Jana!

5 comentários:

Stela disse...

Amigos de verdade estão sempre perto. Ficam dentro da gente mesmo quando os anos se passam. E acabamos aqui desejando, por tabela, boa sorte pra sua amiga Alice. Todo mundo tem uma dessas na vida. Que quase nos matam de tantas saudades, dessas que até doem. E nos matam de alegria quando aparecem inesperadamente. As minhas se chamam Fernanda, Aline e Marpessa.

seventowers disse...

Nossa seu post me deixou melancólica, lembrei de tantas despedidas de amigos, o quanto a gente pensa que vão estar ao nosso lado uma vida toda, e que qdo se vão é como se algo nos fosse tirado a força, algo como um dedo ou um braço algumas vzs, tenho amigos perdidos no mundo, hunf. Mas sabe André, a ligação da amizade é muito densa, eles somem e aparecem nas nossas vidas da msm forma. No começo há aquela necessidade de comunicação com o membro perdido, depois vai ficando raro, raro, até que um dia a gente pensa que se desligou, e um dia qdo a gente menos espera eles reaparecem, até muitas vzs voltam a fazer parte das nossas vidas, como se a separação nunca tivesse acontecido!
Sei que agora nada disso vale, que o sentimento da separação é um dos mais doloridos, mas, não é para sempre, a vida tem ciclos, um está começando e outro se fechando, é assim...
Ouro Preto é uma das cidades mais lindas do mundo, msm sem conhecê-la, vou torcer por seu sucesso!
:-(

g. disse...

eu não sei nem mais o que dizer. já gastei todas as palavras e lágrimas nos últimos dias, não só por causa da lili, mas de toda aquela sensação de que a gente cresceu que veio junto. bom, a gente já conversou infinitas horas sobre isso, sabe o que eu penso.
setembro já tá chegando e outubro é férias. só digo isso...

Alice disse...

o que eu posso dizer?
...
que eu tô chorando agora...
de feliz por receber um post tão lindo, tão cheio de emoção...
feliz de ter você como amigo... mesmo que estejamos separados...
feliz de saber que em breve nos veremos (apesar de não saber ao certo quando)...
só as saudades são ruins...
mas logo logo a gente se encontra novamente!
te amo andré!

Sami Semi Neusa Light disse...

Nossa, se a sua intencao era de fazer todos pararem pra lembrar das milhares de coisas maravihosas que passamos juntos, dessa amizade que nao tem explicacao, dessa turma que literalemente cresceu junto e fazer todos se emocionarem e sentirem saudades... veja... acho que voce conseguiu! De verdade!!
Estamos mesmo seguindo os nossos caminhos... perto, longe, trabalhando ou nao, comecando e terminando cursos, se estabelizando... tem ate aqueles que estao quase se casando... enfim! O importante e saber que, de certa forma, estamos sempre juntos, torcendo, crescendo mais e mais...
Sinto muito a falta de voce, Andre! E de todos do grupo!! Muito mesmo!!
Lili, muito sucesso pra vc linda!!
Beijos!!