quarta-feira, agosto 08, 2007

inominado


Wolfie, Fuzzy, Bidu, Jabaquara, Cãofu, Lobo, Satanás.
Nos meus primeiros anos de vida sempre tive cachorro em casa. Das mais diversas raças, tamanhos e temperamentos. Já adotei gato. Nos últimos 17 anos, porém, a idéia de animal de estimação ficou só em vitrines de lojas e vídeos do youtube. De cobras a Lhasas, passando por 5 anos de flerte com furão, a vontade sempre esteve lá.

Desde domingo tudo mudou: agora eu publico os vídeos no youtube. Há quem diga que deveria ter adotado, outros que é uma responsabilidade enorme, ou perda de tempo.
Tarde demais. Meu único drama agora é achar um nome pro Scottish Terrier mais legal de todos os tempos!

7 comentários:

Stela Guimarães disse...

ah, que lindo, lindo, lindo!
agora vc não mora mais só!
cachorros são legais. puta trabalho, é fato. dificulta viagens (agora é que ferrou mesmo!), proporciona gastos. mas na relação custo-benefício vale a pena. no entanto, eu por aqui fico com o senhor hamster nominado assim, sucedendo a antiga 'senhor hamster'.
e se um dia pintar um cachorro, ou um gato, provavelmente se chamarão: senhor cão ou senhor gato.
;-)
(a risada mais legal de todos os tempos.. hahaha)

ruth disse...

Ahhhhhhhhhh, que liiiiidinhooooooooo. Que legal!
Muito lindinho, parabéns!
Me prometeram um filhote de Akita, só sei que alguém vai te que sair pra dar lugar pra ele, cresce pra caramba. Mas, que lindo seu filhote, capricha no nome, olha pro rostinho dele vai vir algum, eu sou péssima pra sugestões. Estamos babando aqui, ele é tão sapeca né?! Agora, haja meia, nada mais pode ficar dando bobeira, tem um bebezão na casa. Cuida bem dele!
Muito fofo!
bjos pros dois

ĵåииå jōåиïņhå disse...

êêê que delícia.. agora vamos nos encontrar no parcão!!!!

hehehehe

bjs

Dani disse...

Despesas, compromisso de 10 a 15 anos, sustos, problemas de saúde, mas é uma convivência que não tem preço, tamanha a alegria que um um animal de estimação pode proporcionar. Daqui a pouco ele vai pegar todas as manias que vc impor á ele, e isso é o que é mais legal, quando eles pegam o jeito dos habitantes da casa. Já tive 3 cachorros. Um viveu 15 anos, o segundo e mais especial viveu 11 anos (ele tinha expectativa de vida de apenas 4 e viveu 11!), e agora temos um tralhinha aqui que está há dois anos na família, atropelado na BR, arrastou-se procurando abrigo, e de mão em mão, acabou parando aqui em casa; Agora é uma baleia ambulante, só dorme ouvindo jazz e de edredon, e eu não coloco foto dele na Internet pois morro de ciúmes. Boas vindas ao pequeno. Espero que em pouco tempo ele fique bem safado para catraquear as pernas das meninas, e os pinchers do Parcão.


=D

g. disse...

parcão, infelizmente, só tem pulgas....

Lena disse...

Scottish terrier é demais. Sempre achei fofo, desde A Dama e o Vagabundo, desde aquela produção da Disney que conta a história de um cãozinho que permaneceu fiel até a hora da morte. Ou melhor, até depois da morte - ele ia sempre ao cemitério ficar ao lado do túmulo do dono.
Qdo fui para Edinburgh eu vi plaquinhas desse terrier perto de um cemitério. Não pude descobrir se era aquele o cemitério. Se a história era, de fato, real. Se era uma lenda ou uma ficção com algum pingo de verdade. Mas ficou na memória a plaquinha do cãozinho negro naquela cidade tão incrível.

Algo Imaginário disse...

S� pela sua risada no v�deo j� valeu apena ter o Lob�o por perto...qq coisa estamos ai..hehe
Bj