quarta-feira, agosto 17, 2005

enfrentando ícones


Em volta de alguns nomes paira uma nuvem. Há toda uma estrutura
edificante e intimidante sobre os clássicos. Uma superioridade
inquestionável. E encarar um máximo é desafio.
Estive de frente com Fellini. Um filme ganhador de Oscar dum cineasta
que é citado em quase todos os textos sobre filmes que já li. E é incrível como todas as referências a seu nome são justificadas.

As Noites de Cabiria é triste, mas é esperançoso. É divertido, mas lhe arranca lágrimas nas primeiras cenas. Inexplicável, mas entendível. Confuso, injusto, humano, fantástico, ilusório.
Essencial para compreensão do cinema, de suas técnicas e de seu sentido como arte. Giulietta Masina, perfeitamente descrita nos extras do DVD como a versão feminina de Charles Chaplin, está mais bela e doce que qualquer outro personagem que me vem à cabeça. E, novamente, explode de carisma. mais humana e devastadora, impossível.
Fico curioso para ver mais de Frederico Fellini.

6 comentários:

Tauanny disse...

Olha so... que honra ter um coment seu no meu blog....e logo no meu, que e podre de chato, totalmente desinteressante... ah, e já entrei na comu da radio no Orkut... posso te Add tb? Ah, e seu blog ta d+... So filmao ne... Ta valendo muito essas dicas de filmes que vc passa aqui... Bjos e T+

pausaparaoglamour disse...

Hey André. Grava um cd da Nancy Sinatra pra mim?


=]

Até mais.

Stela disse...

Ah, eu estou curiosa pra ver todos os episódios de Star Wars... Todo mundo conhece, menos eu ;-(.
O que comentarei nas rodas de bar caso o George Lucas lance o episódio X-O?
Beijocas!

Stela disse...

Ah, eu estou curiosa pra ver todos os episódios de Star Wars... Todo mundo conhece, menos eu ;-(.
O que comentarei nas rodas de bar caso o George Lucas lance o episódio X-O?
Beijocas!

Anônimo disse...

Sorry...
Desculpe me intrometer assim. Vc não me conhece. Pode soar como coisa de gente metida o que vou fazer. Mas o nome do filme do Fellini está errado na forma como vc citou. Vc está falando das Noites de Cabiria. É realmente uma obra fantástica e merece ter seu nome declinado corretamente (assim quem quiser procurar, vai procurar direito). Esse filme está entre os meus preferidos do Fellini. Gosto também de Amarcord, que tem uma trilha sonora belíssima, aliás. É isso. Um beijo.
Karina-SP

Anônimo disse...

ok, valeu pela correção Karina.

Corrigido!