sexta-feira, novembro 21, 2008

a conquista da honra


LoboMau agora escreve-se com letra maiúscula. O cão que todos adoravam passou nos testes e pode até ser chamado de Dotô. Afinal o título de originalidade, ou o Certificado de Pureza da Raça - por mais neonazista que o nome sugira - garante essa distinção ao animal.
Sr. Lobo afirma que essa conquista não vai subir na cabeça. Vai continuar sendo amigo dos animais da vizinhança (ao menos dos pequenos).
Mesmo sendo um selvagem, faz parte de uma categoria, de uma organização. Tem um papel que confirma sua origem escocesa.
Na aquisição, a simpatia do pequeno cão desviou qualquer necessidade de documentação; o que importava era apenas levar o garoto pra casa.
Passados um ano e meio, veio a adolescência canina e seus instintos reprodutores. Com papel na mão, facilita-se a busca pelas futuras cadelas-mães dos filhos do Lobo. Não é Zé do Caixão, mas a cachorra que carregará as crias do rapaz deverão ser impecáveis, perfeitas e tal.
Não que ele seja seletivo. Mas se a outra for, não será um pedaço de papel que impedirá a união dos dois.
Virei criador e a procura de uma terrier escocesa no cio!

7 comentários:

Amigo Imaginário disse...

E o Lobo virou um objeto sexual...Hulala
:o)

Renan Ribeiro Adão disse...

Açeçe emkuamtu nimgem exta olhamdo

comicsevenangels.blogspot.com

agora sabemos de homde vem a inspirassão para az istorias do
lobi!!

[EMERSON ABREU] disse...

Se pintar de azul é praticamente o Bidu :P

Stela Guimarães disse...

é beeeeeeeeem neonazista mesmo! hahaha

Anônimo disse...

eita! como demora pra escrever um texto! cadê o novo post?

ass. xxxxxxxsteeeela

Raissa Deeas. disse...

tô lendo, beijos.

ĵåииå jōåиïņhå disse...

bonitinhoooooo .. logo ele arruma uma namorada!!