quarta-feira, dezembro 20, 2006

o amanhã já chega


Esqueça o Natal, as pessoas fazendo compras até meia-noite, a correria do fim-de-ano, as festas e amigos secretos, os planos para um ano-novo melhor. Nada disso vai importar se tu entrar no cinema para ver Filhos da Esperança.

Só em 2006 poderia ter sido feito essa ficção científica. Seus dramas são os atuais, porém ao cubo. Sem a guerra fria para temer, temos o medo do terrorismo, a imigração de terceiromundistas nas nações desenvolvidas, as guerrilhas urbanas. A fragilidade do nosso sistema, cru e cruelmente exposta diante de nossos olhos.
Um próximos dias sinistro e de tirar o sono. A desculpa, da infertilidade, deixa próximo um futuro medonho, e facilmente atingível.

O realismo de guerra, com sangue e uma certa banalidade da violência, quase nos tranporta para dentro de Counter Strike, mas tudo bem.

Um comentário:

Li disse...

[b]Adorei o seu blog...
Dá uma olhadinha no meu, nada demais...
bjks